jusbrasil.com.br
24 de Novembro de 2017
    Adicione tópicos

    Problema no airbag provoca recall de 900 unidades da Ford Ranger 2017

    Empresa convoca proprietários para realizarem substituição gratuita dos módulos dos airbags laterais do motorista e do passageiro dianteiro

    Ministério da Justiça
    há 3 meses

    Brasília, 11/8/17 – A Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senacon/MJSP) informa que a Ford Motor Company Brasil Ltda. protocolou campanha de chamamento dos veículos Ford Ranger, modelo 2017, para verificação e se, necessário, substituição gratuita dos módulos dos airbags laterais do motorista e do passageiro dianteiro.

    De acordo com a Ford, o recall teve início em 26 de abril de 2017 e não tem data para terminar. A campanha abrange 910 veículos importados, produzidos na cidade de Pacheco, na Argentina, no período de 14 de novembro de 2016 a 31 de janeiro de 2017. Os automóveis foram colocados no mercado de consumo com numeração de chassi, não sequencial, compreendida entre os intervalos HJ472852 a HJ489996.

    Quanto aos riscos à saúde e à segurança dos consumidores, a Ford destacou ter constatado que "alguns módulos dos airbags laterais do motorista e do passageiro dianteiro que equipam os veículos envolvidos na presente campanha de recall podem ter sofrido variações em seu processo de produção pelo fornecedor, o que pode resultar, em alguns casos, no não acionamento desses mecanismos". Nessa condição, declarou que "em eventual colisão do veículo, os airbags laterais do motorista e do passageiro dianteiro dos veículos envolvidos podem não inflar, aumentando o risco de danos físicos ao motorista e ao passageiro dianteiro".

    O Código de Defesa do Consumidor determina que o fornecedor repare ou troque o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita. Se houver dificuldade, a recomendação é procurar um dos órgãos de proteção e defesa do consumidor.

    Mais informações podem ser obtidas junto à Ford, por meio do telefone 0800 703 3673 ou pelo site www.ford.com.br. Detalhes sobre a campanha de chamamento também estão disponíveis no site do Ministério da Justiça e Segurança Pública – justiça.gov.br.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)